Lido na paisagem…

Gosto de me perder na cidade, nas ruelas, nos mercados… Virar à direita ou à esquerda quando sabemos que em frente seria o caminho certo. Ir a pé ou de tuk tuk em vez de pegar no carro…

Foi isso que fiz no outro dia… E de repente, algures em Phnom Penh, na parede duma ruela daquelas bem estreitas, lia-se assim em grandes letras pretas:

Open your eyes and dream.

Abre os olhos e sonha, em Português. Esteve quase para ser uma daquelas quase-fotografias. Aquelas que ficamos a pensar que devíamos ter tirado uma fotografia, mas não tiramos e depois ficamos a remoer sobre o assunto. Mas não. Parei o carro ali mesmo no meio da rua, sai e tirei a foto. Porque numa altura de grandes interrogações e ainda maiores transições, quando a vida nos manda recados, é melhor que os tomemos a sério.

Advertisements

Pó de Chocapic

 

Conversa de hoje de manhã.

Eu – Que queres comer?
Carol – Chocapic
Eu – Pois, isso não pode ser, são pouquinhos, temos que ir às compras.
Carol – Há sim, há o pó. Podemos fazer chocapic com o pó. (Pó – Aquele resíduo de cereais que fica no fundo do pacote)
Eu – Ó filha, não podemos nada, temos que ir comprar.
Carol – Mas porque é que vocês NUNCA confiam em mim!!! Eu sei que dá. Eu já fiz com os Unicórnios!
Eu – Ok, Se já fizeste com os unicórnios, estás à vontade! Bom apetite!

Eu – Então? Está bom?
Carol – Sim, estás a ver, o leite ficou castanho e ficaram uns bocados maiores. Se tivesse esperado para crescer (como no pão) tinha ficado mesmo com a forma dos chocapic.

Ok… E assim se começa o dia. O primeiro de quatro dias de fim-de-semana prolongado. (Suspiro!)